AQUI HÁ

segunda-feira, 5 de janeiro de 2009

O SEGREDO DA ABELHA

não gosto quando a flor me olha de lado
não sei… fico desconfiado
algo me diz que o seu comportamento
tem a desculpa do vento
para me olhar de esguelha

finge que nunca me viu
vira a cara em desafio…

mas eu vou de cernelha
dou-lhe a volta, dou-lhe o jeito
e ela por fim dá-me o peito

é o segredo da abelha!

4 comentários:

peciscas disse...

Em primeiro lugar, João, o meu obrigado pela saudação a propósito dos quatro aninhos do Peciscas.

E depois, agradeço o desvendar do segredo.
Eu, que também me defrontava com o problema, a partir de agora já saberei como lhe "dar a volta" (à flor...)

Anónimo disse...

'Tou a ver... Esta abelha... é só truques!... ;-))

O poema é uma graça. He he he...
Beijoca.
Lena

MariaIvone disse...

Sim, porque os "abelhões" estão-se pouco importando para os olhares de soslaio.

zoltrix disse...

e quem não souber
ser abelha
é azelha!