AQUI HÁ

sábado, 16 de maio de 2009

PRECES IV

IV

eu quero a palavra
pão
dentro do pão
e o pão dentro da palavra

10 comentários:

San disse...

tens razão. só as palavras fazem do pão, rosas e das rosas, pão.

Solange Maia disse...

Também quero.

João, as fotografias do título do seu blog são outra poesia...

Amo vir aqui.

Um beijo especial,

Solange

http://eucaliptosnajanela.blogspot.com

Solange Maia disse...

Também quero.

João, as fotografias do título do seu blog são outra poesia...

Amo vir aqui.

Um beijo especial,

Solange

http://eucaliptosnajanela.blogspot.com

Paula Raposo disse...

Na prece IV já será um bocado falta de imaginação dizer que sim, que eu também quero...mas, vario e digo-te que não. Não quero nem pão, nem palavra. Nem uma coisa dentro da outra. Quero só paz...beijos.

Mariz disse...

Salvé!
Alimento e Verdade - "mas nem só de pão vive o Homem".É tudo o que nós enquanto SERES precisamos. E não ter, ter, ter, ter!!! E poesia sim...porque ela sente-se e vibra como canção.

Paz e alegria

Sempre...
Mariz

peciscas disse...

Pois amém também a esta,porque sem pão não há palavras que valham a pena.
E porque se não houver pão, é preciso semear palavras que tornem possíveis as searas.

mariaivone disse...

Será mais ou menos assim como que um "big mac"???

Lena disse...

Esta parece-me uma boa prece... Para todos nós.
Sem pão e sem palavras, não há estrela que oriente caminho e o mar pode bem ser uma língua de perdição.

Beijo.

Batom e poesias disse...

E eu quero alimetar-me desse pão...
Eternamente.

beijos
Rossana

zoltrix disse...

e o pão
sempre como produto primordial
do Homem, da Humanidade!
O pão é a nossa história....