AQUI HÁ

sexta-feira, 18 de junho de 2010

Adeus, José!
Até logo, José!

5 comentários:

Anónimo disse...

como diz o Poeta "A eternidade é o lado bom da Saudade..."

Anónimo disse...

Boa viagem, José Saramago!
Muito obrigada pelo que nos deixaste...

Mário Lopes disse...

Até sempre, José!

contagotas disse...

Sempre presente, José!




Não, não há morte.
Nem esta pedra é morta,
Nem morto está o fruto que tombou:
Dá-lhes vida o abraço dos meus dedos,
Respiram na cadência do meu sangue,
Do bafo que os tocou.
Também um dia, quando esta mão secar,
Na memória doutra mão perdurará,
Como a boca guardará caladamente
O sabor das bocas que beijou.

(in "Os poemas possíveis" de José Saramago)

intimidades disse...

lindissimo

Beijos
Paula